Petrobras, ABEMI e o Centro de Excelência em EPC (CE-EPC) estão unindo esforços para viabilizar investimentos em projetos de pesquisa e desenvolvimento (P&D) em construção e montagem. O objetivo da iniciativa é obter padrões internacionais de produtividade e desempenho nessas atividades no Brasil.

Uma primeira parte do trabalho, já concluída, tratou de identificar as principais lacunas e demandas tecnológicas da construção e montagem nacionais. Os desafios elencados foram agrupados em dois grandes grupos, Gestão e Tecnologia, e serão agora alvo de discussões de cinco Grupos com participantes da Petrobras, da ABEMI e do CE-EPC.

Em reunião no último dia 19 de agosto, no escritório da ABEMI no Rio de Janeiro, foram definidos os Grupos e seus respectivos coordenadores (veja detalhes abaixo). Cada grupo ficará responsável por definir propostas de projetos de P&D, que serão contemplados com recursos da Petrobras. A proposta é que as tecnologias desenvolvidas e seus resultados sejam compartilhados com toda a cadeia de fornecedores. Os trabalhos devem se estender até 2016, sendo que há graus de prioridade para cada desafio.

 

Desafios da construção e montagem

Gestão

  • Grupo 1 Gestão Integrada de Empreendimentos – Eduardo Antunes (ABEMI) e Alexandre Rocha (Petrobras)
  • Grupo 2 Administração da produção – Heitor Takaki (ABEMI) e Fernando Pedrosa Guedes (Petrobras)
  • Grupo 3 Gestão do Conhecimento – Eduardo Antunes (ABEMI) e Glaiton Serafim (Petrobras)

Tecnologia

  • Grupo 4 Engenharia de Construção e Tecnologias de Construtibilidade – Márcio Severine (ABEMI) e A. Bassim (Petrobras)
  • Grupo 5 Tecnologias de Logística –  Pedro Henrique Maciel Lopes (Petrobras) e Márcio Severine (ABEMI)